sábado, 23 de abril de 2011
Entre montanhas, encontrei uma tal de Felicidade...
Oh, Felicidade, de onde vens? Pra onde irás? Irás vir pra mim?
Entre montanhas... deparei-me com uma tal de Alegria...
Alegria será que virás até mim? Será que ainda poderás trazê-lo pra mim?
Trazer aquele, aquele que é meu grande amor, mas, quem mesmo sabe o que é o amor?
... Será que você sabe o que é o amor?
Entre montanhas encontrei um tal de Trem Azul,
que andando por seus trilhos, levava alegrias e emoções a muitos corações...
Entre montanhas encontrei um tal de Milton,
que de tanto renascer seu nome é Nascimento,
com sua voz, em MilTons, leva aos corações
tantas alegrias, tantos sentimentos, tanta nostalgia...
Ah... que saudade daquele tempo de tal felicidade, de tal alegria...
Que até hoje me relembro com um tal de Nascimento, com um tal de Milton Nascimento.
Que com seus mil tons me trás e me faz levar tantas alegrias, tantas emoções a tantos corações...
Tanta nostalgia ao meu coração que carece de alegria...

Um comentário:

  1. Seguindo, Flor, te vi lá na comunidade do orkut.

    Beijos, ótimo texto.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.

Google+ Followers

Follow by Email

Follow by Email

Marcadores

Seguidores

Pesquisar este blog